MULHER E PUTA DE MEU FILHO

Abas primárias

Categoria: 

MULHER E PUTA DE MEU FILHO

Sou uma mulher normal, casada 38 anos, morena clara, olhos e cabelos castanhos, tenho 1,68alt. Pesando 60 kl, tenho seios grandes e pernas bem feitas, levo uma vida familiar bem moderada, meu marido trabalha muito e sexo apenas faz uma vez ou outra. Temos um filho de 18 anos que acho lindíssimo um belo macho, ele é muito namorador, vive cercado de mulheres, tem 1,80alt. Forte e com um físico lindíssimo. Tudo ia bem entre nos ele esta fazendo faculdade à noite e durante o dia fica em casa o tempo todo estudando, e mexendo no computador. Algumas vezes eu o vi olhando para meu corpo, mas jamais imaginei algo, acreditei que fosse apenas curiosidade de filho, pois ele respeita muito eu e seu pai.

Uma tarde eu fui ajeitar o banheiro ao chegar à porta vi meu filho dentro do Box tomando banho, coisa que já tinha visto a vida toda, mas esta vez ele estava pelado masturbando seu pau eu fiquei estática olhando aquele pau, pensei nossa como isto cresceu e distrai e ele me pegou olhando para seu pau, mas continuou sua punheta eu não conseguia tirar os olhos daquele pau lindo, é um pau enorme, grosso e cabeçudo, muito maior que de seu pai, quando voltei a mim, corri para meu quarto fechei a porta e coloquei a mão na minha buceta que estava ensopada, babando de tanto tesão, eu bati uma siririca e gozei gostoso com o pau do meu filho na mente. Depois não sabia bem como sair do quarto e ver meu filho novamente, mas criei coragem e sai, troquei a calcinha molhada e fui para meus afazeres, vi meu filho de seu quarto me observando e olhando para mim fixamente. Não passou cinco minutos o vejo indo a meu banheiro, pegou minha calcinha sem fechar a porta e a levou ao nariz sentindo o cheiro e a humidade de minha buceta na calcinha, eu não sabia como fazer para disfarçar ele sabia que eu estava olhando, corri para a cozinha e fiquei disfarçando fingindo trabalhar.

Servi o jantar ele comeu antes de ir para a escola não disse nada a respeito, eu fiquei sem saber o que fazer a noite meu marido chegando do trabalho eu o atendi e fui logo para meu quarto, onde fiquei pensando no acontecido pensando no pau dele fiquei molhada novamente, acabei gozando novamente apenas de pensar naquela ferramenta enorme, ainda bem que meu marido entrou no quarto, virou para o lado e logo dormiu, eu fiquei pensando no meu filho o tempo todo, quando deu meia noite, ele chegou eu fui ver se ele precisava de algo, sorrindo me disse o que eu quero da senhora não vai poder me dar hoje mamãe, eu dei um beijo em sua face como faço sempre e fui tentar dormir. Passei a noite toda pensando no pau de meu filho e sonhei com ele me possuindo, foi assim a noite toda, pela manhã meu marido disse o que vc tinha não parava de virar na cama, eu falei nem percebi.

Pela manhã comecei meus afazeres e vi quando meu filho apareceu apenas de cuecas, mostrando o volume de seu pau que agora sabia que é enorme, ele falou tudo bem mãe, eu disse sim filho vc dormiu bem, ele falou não mãe fiquei pensando numa mulher e não consegui pegar no sono, eu sorrindo disse vai logo atrás dela e faça o que tiver de fazer, não a deixa somente no pensamento filho, tesão faz mal, ele disse mãe se a senhora soubesse e pudesse me ajudar eu iria ser o homem mais feliz do mundo, sei que é um desejo proibido mãe, mas não consigo tirar do meu pensamento. Eu estava vestida com um micro saia bem curta e com uma camiseta de alças sem soutiens, pois iria me molhar lavando roupas e cuidando da casa, e ele fixou o olhar nas minhas tetas, eu fiquei mole de excitação vendo seu olhar, mas não tinha como esconder já que estava assim como agora tentar esconder, e deixei olhar a vontade. Neste momento o sinto chegar perto de mim e pegando meu rosto me deu um beijo nas faces, eu fiquei feliz e quando fui virar acabamos nos beijando nos lábios, ele apertou o beijo e enfiou a língua na minha boca e gemeu de desejos, falando mãe quero vc para mim estou louco por vc como mulher.

Eu o afastei e fui saindo de perto dizendo vc está louco vc é meu filho não podemos, ele falou, mas a senhora gozou gostoso ontem vendo meu pau, eu disse nunca mais faça isso sou sua mãe, ele falou sim infelizmente é minha mãe eu a desejo demais minha deliciosa mãe. Seu nome é Fernando e eu sou a Marlene, filho e mãe, ai eu resolvi ter uma conversa adulta com ele, e o chamei para sentar no sofá da sala defronte para mim, ele veio seu pau estava duro na cueca, e eu molhada de tanto tesão por ele, eu falei Fernando vc é meu filho, não quero mais ver vc sem roupas ou somente de cuecas e eu estarei sempre vestida comportada para acalmar nossos desejos. Neste momento ele disse então a senhora confesso que também tem desejos por mim, eu falei sim filho igual aos seus por mim, eu tenho por vc não sou de ferro. Fernando disse Marlene, de hoje em diante quando a sozinhos será sempre Dona Marlene e não minha mãe e tudo o que ocorrer entre nos ficará entre nos dois, ninguém nunca vai ficar sabendo apenas nos amaremos e seremos felizes e satisfeitos um pelo outro. Eu falei seria maravilhoso filho, mas não posso sou sua mãe e eu saberei que estarei cometendo um incesto o que minha cabeça não aceita, ele falou seu corpo pede isso Marlene, relaxa e seja minha, deixa-me te fazer minha mulher.

Levantei-me e disse nunca mais vamos falar sobre isso, corri para meu quarto e fui colocar uma roupa bem discreta, coloquei uma calça jeans que estava grande para mim e uma camiseta bem fechada, mas ao vestir a calça senti que minha buceta estava ensopada de gozo, estava morrendo de tesão por meu filho, mesmo assim sai do quarto fui trabalhar na casa, quando passo na porta do quarto dele esta batendo uma deliciosa punheta com aquele pau enorme nas mãos e falou Marlene venha me ajudar amor, eu fingi que não ouvi nem vi e fui para a cozinha.

Quando o chamei para almoçar, ele chegou por trás de mim e me abraçando deu um beijo na minha nuca e eu senti seu pau na bunda ele de cuecas e eu de jeans bem grossa e falei para com isso ele falou estou morrendo de tesão Marlene, por favor, se entregue a seu desejo, vamos nos ajudar um ao outro, eu falei agora almoce ele sentou-se com o pau duro e almoçamos, ai ele levantou-se e disse vamos descansar na cama mãe, eu falei vou arrumar a louça, ele foi para a cama eu fiquei enquanto arrumava a louça e deixava tudo em ordem, me deu um tesão louco, sentia minha buceta molhada parecia que estava até pingando prazer, neste exato momento fui até o quarto de meu filho e entrando, o senti olhando para mim para meu corpo, tirei a camiseta, tirei a calça jeans, com o olhar dele em meu corpo, quando tirei o soutiens percebi o pau dele dar um pulo, continuei e tirei a calcinha ensopada, nesta hora ele se levantou me pegando pelas mãos me conduziu para sua cama, me deitou e deitou-se a meu lado, ficamos de frente um para o outro, vi quando tirou suas cuecas, estávamos os dois pelados, eu com a buceta ensopada e ele com o pau duríssimo, então ele falou mãe vou te amar como a Marlene merece, e beijando minha boca, enfiando sua língua na boca, eu estava louca não pensava nada, sentia seu pau entre minhas pernas, ai ele foi abaixando, beijou meus seios e depois chupava os bicos eu gemia de prazer, até que ele sugou minha teta enchendo sua boca com um dos meus seios e depois fez o mesmo com o outro.

Eu gemia de prazer e gozei apenas sentindo o pau no meio de minhas pernas e ele foi descendo e chegando à vagina a beijou gostoso, depois passou sua língua em toda a extensão da buceta, e enfiando a língua no fundo, foi chupando eu gozei varias vezes com esta chupada. Senti quando ele montou em cima de mim e colocou o pau na porta de minha buceta, e disse meu amor agora vou comer a buceta mais desejada por mim desde que nasci, e enfiou a cabeça do pau, eu gemia e falei amor vai devagar o pau de seu pai é pequeno e ele obedeceu eu sentia a penetração gostosa e ia gozando a cada pedaço do pau que entrava, quando chegou ao final do pau, sentia apenas o saco batendo na minha bunda ele falou agora vou foder Marlene aproveita e goza bem gostoso, e fodeu como somente um macho como ele sabe foder, eu perdi a conta de quantas vezes gozei naquele dia, depois que ele encheu minha buceta de porra ficamos os dois lado a lado com ele beijando minha boca eu desfalecida, fiquei entregue recuperando da foda deliciosa que ganhei.

Quando nos recuperamos ele pediu quero de novo Marlene, eu falei gozei muitas vezes amor hoje não dá mais, ele falou então vou querer a senhora todos os dias posso esperar isso, eu falei não sei o que será de mim, mas não consigo resistir ao tesão que vc me da Fernando. Mas amei ser possuída por vc nunca na vida gozei tantas vezes amor, vc é o segundo homem que tive na vida, vc e seu pai. Após alguns momentos de descanso fui tentar fazer meus afazeres, à tarde quando saiu para a faculdade me deu um beijo na boca e saiu todo contente eu pensei o que farei de hoje em diante com este macho delicioso em casa todos os dias. À noite fiquei sonhando com a foda que dei durante o dia, meu marido nem pensava em fazer sexo, e pensei o tempo todo no Fernando, não via a hora de ficar sozinha com ele novamente.

No outro dia logo cedo assim que meu marido saiu para o trabalho fui ao quarto de Fernando, que dormia de cuecas, tirei minha roupa ficando apenas de calcinhas e me deitei atrás dele, esfregando as tetas na sua costa, quando ele acordou e sentiu minhas tetas virou já de pau duro e disse bom dia Marlene, que delicia acordar com suas tetas esquentando minhas costas, e beijou minha boca com tesão, eu correspondi estava louca por aquele macho delicioso, ele se virou e mesmo de lado colocou seu pau na minha buceta e enfiou até o final eu gemia e pulava de prazer, que delicia ter um pau como o dele no funda da minha buceta, ele gozou gostoso me enchendo de porra e eu gozei varias vezes com seu pau dentro de mim.

Nesta hora ele disse Marlene hoje após o almoço vou querer de novo vou querer comer seu cu, eu disse isso nunca nem seu pai nunca comeu, meu cu é virgem. Ele falou Marlene vou a farmácia agora comprar lubrificante existe um que se chama ky que vai ajudar e vc vai amar dar sua virgindade para o seu macho, tomou o café da manhã sempre me beijando e saiu dizendo vou comprar o ky Marlene. Eu falei estou louca e ele mais ainda, onde se viu comer a mãe e agora querer o cu em lugar da buceta não vou aguentar dizem que dói muito. Uma vez no salão de beleza umas mulheres comentavam que dói na primeira vez, mas que nas outras é delicioso ter o cu preenchido pelo pau, elas falavam que é simplesmente delicioso sentir o cu cheio de pau, é para se lembrar da vida toda, pensei quem sabe se aguentar a dor não terei mais este prazer com meu macho.

Após almoçar arrumei tudo e fui até o quarto dar um beijo no meu macho, mas ele exigiu que eu tirasse a roupa para ele ficar olhando, eu obedeci já ficando com tesão o pau dele já duro, ai ele falou me deixa ver sua bunda deliciosa Marlene, eu me virei ainda de pé e ele gemeu de tesão dizendo que delicia de bunda hoje vou comer o cu mais desejado desta minha vida. Levou-me a deitar a seu lado beijando minha boca depois chupou minha buceta, gozei varias vezes com suas chupadas, ai ele me virou de bruços e colocou um travesseiro embaixo de minha buceta de forma que fiquei com a bunda exposta, assim ele foi atrás de mim com o pau ainda mais duro, me parecia até ter crescido, acho que é o tesão que ele sentia, ai colocou um lubrificante no meu cu e enfiou dentro com o dedo eu gemia de prazer, e ele lubrificou todo seu pau e encostou a cabeçona na porta do meu cu, eu gemi de prazer o calor do pau me deu tesão e ele então falou Marlene vai doer um pouco na primeira vez, mas depois será só prazer amor. E enfiou a cabeça e parou, eu gemi e dei um grito de dor, ele falou calma mulher, esperou o cu se acostumar e enfiou mais um tanto eu chorava de dor, mas o prazer de senti algo no cu era enorme e ele continuou sua missão de penetrar meu cu, foi doloroso, chorei, gritei, mas aguentei o pau inteiro no cu, ai ele esperou o cu se acostumar e falou amor agora vou foder o cu tão sonhado e desejado, e fodeu tirava e punha eu fui ao paraíso e ao inferno, pois a dor era insuportável, mas o prazer também era enorme e ele gozou me enchendo de porra, fiquei deitadinha esperando o pau sair sozinho, deu uma sensação de vazio e falei que delicia amor, vou querer mais se não doer tanto.

Atualmente sou mulher dele direto, sempre fazemos sexo e ele come minha buceta, chupa e come meu cu sempre, é delicioso ser puta do Fernando, sou a mulher mais feliz do mundo, adoro meu macho, meu marido nem imagina e somos felizes os três cada um a sua maneira. Um dia estava fazendo amor quando chegou um sobrinho meu e entrou após ter batido e não ouvimos, ele pegou a gente se amando eu com o pau todo penetrado no meu cu, quando o vimos paramos, mas ele viu e ficou louco para participar ameaçando contar, mas ai é outra historia se pedir eu conto.

https://www.casadoscontos.com.br/texto/2018011209