Finalmente, perdendo a virgindade (real)

Categoria: 

Bom, quem já leu meus dois primeiros contos sabe o que aconteceu comigo antes de perder a virgindade. Hoje o conto vai ser longo, mas acho que vocês vão gostar.

Voltei de viagem cheias de marcas no corpo que o moreno tinha deixado, os peitos estavam roxos, tava cheia de chupão, bunda cheia de marcas... E eu tava tranquila pq meu namorado, que era bem grande pra nossa idade (15 para 16), dizia que só queria me respeitar, então não ia ver nada mesmo.

Assim que cheguei ele me ligou, falando que estava indo em casa. Como eu era nova, meus pais não deixavam muito ele entrar, então ficamos no portão. Ai ele ficou perguntando se eu tinha ficado com alguém na viagem e eu disse que não, claro. Mas, eu já tava num fogo desgraçado, ele era o cara mais bonito e mais gostoso da escola e não tentava nada mais profundo comigo... Como eu tava bem treinadinha da viagem, comecei a provocar ele pra valer...

Já era de noite, nós estávamos encostados no muro em frente de casa, eu comecei a chupar os dedos dele e coloquei a mão dele em baixo da minha blusinha, meio tímido, ele foi apertando e coloquei a mão no pau dele... Apesar de ele ser novo, era enorme e grosso...Continuei chupando o dedo dele, olhando bem no olho e colocando a outra mão dentro da bermuda.

Nisso eu despertei algo nele, ele colocou a mão dentro da minha calça legging e começou a acariciar o meu clitóris (que já estava sensível por causa das chupadas e mordidas do moreno na viagem), aos poucos foi colocando os dedos e dizia que não queria me assustar (mal sabia ele...).

O tesão começou a aumentar muito, eu gemia no ouvido dele e ele começou a falar "vc é bem cadela pra quem é virgem", e isso me deixou mais molhada ainda.

E eu tava louca porque estávamos na rua, descobri ali que gostava desse perigo, além de ser exibicionista.

Ainda bem que tava escuro e ele não viu as marcas que eu tinha no corpo, tava com medo disso...

Aí, ele me surpreendeu, me puxou para dentro da caixinha de energia do vizinho da frente, cabia nós dois certinho, tinha um espaço bom (e pra minha sorte, era mais escuro).

Ele começou a falar: "Eu tava querendo te respeitar achando que você tinha medo,mas descobri que vc é bem safada...Mas a sua primeira vez não vai ser aqui não, vou só judiar hoje".

Ele abaixou minha calça e foi me chupando por baixo, mas, diferente do moreno ou do meu cunhado, ele chupava e mordia, mastigava meu clitóris...A minha boceta incha quando fico excitada (ela é bem grande, lábios enormes), e com ele fazendo aquilo, ficou maior ainda...

Eu fiquei louca, tava na rua sendo chupada, alguém poderia passar, mas eu tava louca de tesão, minha boceta latejava (assim como agora).

Pela primeira vez, gozei com sexo oral e dedadas, soltei um gemido muito alto, e aí ele começou a bater punheta na minha cara e falou: "Tem problema se eu gozar em você?" E eu falei: "Só se for na minha boca". E assim, gozou na minha boca, ali, praticamente no meio da rua.

Depois disso, ele queria que eu fosse na casa dele, queria terminar o serviço... mas eu tava cheia de marcas! O moreno tinha marcado território em mim, tinha que esperar no mínimo uma semana. E assim foi, consegui enrolar ele direitinho.

O caso é que nunca dava certo de terminar, sempre aparecia alguém ou acontecia alguma coisa, ficamos nesses amassos por meses, ele tava me deixando louca e eu a ele, e aquilo já tava incontrolável.

Até que num fds minha mãe precisou ficar na casa da minha vó e meu pai precisou viajar a trabalho, minhas irmãs foram pra casa dos namorados e eu fiquei sozinha em casa. Lembro do meu pai falando que confiava em mim, que eu não ia colocar meu namorado lá...mas, nem precisa dizer o que aconteceu, né?

Na sexta-feira, fomos em um aniversário, ficamos lá até de madrugada e depois ele foi me levar em casa, e confesso que fiquei nervosa, tava com medo que fosse doer, pensando mil coisas... então, na festa eu tomei muito vinho, pra tentar relaxar.

Quando chegou em casa, colocamos os colchões na sala para assistir um filme e lentamente começamos a nos beijar, era a primeira vez nós dois sozinhos, ele foi chupando deliciosamente, devagarinho no clitóris, colocando o dedo...mordendo... depois subiu e chupou meus seios, eu tava um pouco paralisada, porque claro que estava com medo, mesmo cheia de tesão.

Não tenho do que reclamar, ele foi chupando meu pescoço, me agarrando... mas quando tirou a cueca, vi seu pênis enorme e grosso e gelei, falei que não sabia se era o momento e ele só fez me beijar e quando eu percebi, já tinha começado a penetrar, foi uma sensação que eu nunca tinha experimentado antes... foi introduzindo com calma, e aquilo doía, ardia, mas era muito bom...até que colocou tudo e eu fiquei delirando, ele me olhava e falava: "estou te fazendo uma mulher, vc nunca mais vai esquecer de mim" (o que é totalmente verdade).

Quando ele gozou, o lençol tava manchado de sangue e a minha boceta ardia, fomos tomar banho e eu estava estasiada.

Nosso namoro durou três anos, fizemos muita loucura em vários lugares diferentes (inclusive no cinema) e acho que foi essa iniciação na vida sexual que me deixou com o fogo que tenho hoje.

Só com esse namorado, tenho mais situações para contar e quando dá tempo venho aqui sem o marido perceber (ele me mata se souber que escrevo aqui...).

Espero que tenham gostado.

beijinhos!

http://www.casadoscontos.com.br/texto/201702559

Comentar

CAPTCHA
Esta questão é para evitar SPAM