É errado, mas eu fiz!

Categoria: 

Olá amorecos, faz tempo que não venho contar nadinha pra vcs né? desculpem :\ Criei um insta pra facilitar minha vidinha de puta kkk me sigam

pamela69nath

Eu tinha acabado de comemorar o décimo terceiro aniversário, tava numa felicidade só! Ganhei vários presentes que uma pré adolescente gostaria de ganhar, tipo celular novo do meu pai, um vestidinho preto arrasador de uma tia, um skate do meu primo, o pau do meu tio... oi? Kkk é exatamente isso que venho contar a vcs hj amores, o dia que meu tio me botou pra mamar ♡

Vamos aos fatos:

Meu niver foi na casa do tio Renato. Não sei a idade dele, mas devia ter na época uns 30 anos e ele tava responsável por "guardar" as bebidas alcoólicas. Era uma casa bem grande, com um quintal grande também, por isso a festa foi lá. Ele até tinha separado um quartinho pra q eu e meus pais dormissem depois da festa, enfim, 19:00hrs do sábado e meus amigos começavam a chegar.

A festa foi correndo normal, músicas, refrigerantes, doces... MUITOS PRESENTES! Até que depois de um tempo, eu e uns amigos decidimos que queriamos beber alguma coisa alcoólica. Meu tio tava na cozinha, guardando a freezer e só os adultos podiam pegar o q tinha lá. Eu tava morta de vergonha, mas meus amigos insistiram pra eu pedir, criei coragem e fui.

-Tio, o que tem ai? Eu perguntei toda inocente

-Ah, tem cerveja, vodika, smirnoof ice... pra quê quer saber?

-Ah tio, só curiosidade mesmo kkk.. eu disse e sai correndo falar pros amigos o que tinha.

-Eu não sei como pedir, ele vai negar, tenho certeza.

Ai um dos meu amigos q não lembro agora disse:

-"Faz igual como você faz na escola quando quer uma caneta emprestada ou o lanche de alguém, usa o charme"

-Ta louco?! Ele é meu tio mano, que nojo kkkk eu ria mas tava nervosa

Os outros amigos fizeram o mesmo e me convenceram a tentar seduzir meu tio, olha a loucura kk pior foi que eu topei, queria impressionar o grupo então eu fui, tava vestindo um short curto, tênis all star, uma blusinha mostrando a barriga e com cabelo solto.

-Tio, me da uma smirnof? Falei tentando (sem sucesso) ser sexy enquanto desenhava um coração com o dedo na tampa da freezer.

-Óbvio que não, quer que teu pai me mate?

-Ele não vai saber, já deve até tá bebado uma hora dessas kk. Eu tentava fazer uma carinha de menininha pidona.

-Menina... Olhou em volta e me deu duas garrafinhas...

-Sai e não diz que fui eu, deixa ninguém ver isso ai não.

Me "expulsou" de lá com um tapa na minha bunda.

Eram duas garrafinhas pra nós 5, mas a falta de experiência em beber me deixou um pouco alegrinha... bom, a festa seguiu e nada de mais interessante aconteceu, as 23:30 os meus últimos amigos se despediram e foram, meu pai roncava bêbado no quartinho reservado pra gente passar a noite e fui com minha mãe ajudar minha tia e a arrumar um pouco da bagunça.

Meia noite e minha tinha resolve ir dormir, minha mãe vai ao encontro do meu pai provavelmente em coma alcoólico rsrs, meu tio ficou vendo tv na sala e eu pedi pra ficar mexendo no PC que também tinha ali, minutos depois ele puxa assunto, sentado no sofá sem me olhar muito, perguntando sobre a festa, se tinha curtido a smirnoof, eu respondia normalmente, até que ele pergunta...:

-Quer outra?

-Quero!

-Vamo lá pegar, dai tu vem comigo pro quintal, preciso fumar um cigarro e companhia é sempre bom.

Passamos na cozinha e ele pegou duas garrafinha, uma pra cada, abriu e me deu a minha e foi em direção a porta que leva pro quintal.

Sentou numa das cadeiras e eu sentei em cima da mesa.

Bebiamos e conversavamos baixinho pra não acordar ninguém, ele fumava e dava uns tragos longos, parecia meio tenso.

-Deixa eu dar um trago, tio?

-Você ta danadinha hoje em menina, bebeu, quer fumar...

-Ue, deixa eu aproveitar meu niver pow. Eu tava beeeeeem animadinha rs

-Beleza, toma ai. Me deu o cigarro q ele tava fumando, logicamente eu não traguei, apenas puxava a fumaça e mesmo assim dei uma leve tussida.

-Não aguenta kkk

Ele riu de mim

-Meu filho, eu bebo, fumo e fodo. Acha que não aguento um cigarrinho desses? Kkk eu falei brincando isso, juro.

-Tu fode o quê menina, cheirando a leite ainda, nunca nem beijou kkk

Essas brincadeirinhas estavam todas em um tom de brincadeira mesmo, não que iria pro rumo da maldade....

-Cheirando a leite, mas deixo muito tiozão de pau duro por ai kk

-Ha! Convencida kk

-Até o senhor caiu no meu charminho na hora de dar a bebida pra mim.

-Quê? Então aquilo era vc tentando me seduzir? Noooossaaa kkk desculpa menina, mas não rolou

-Ata! Tanto que me deu as garrafas

-Dei pq sou um tio legal

-Ataaaaa kkk

-Dúvido...

-Duvida o quê tio?

-Tu me seduzir

-Tu num duvida.... eu deixo o senhor ai todo doido se eu quiser

-Tenta.. (ele agora tava com uma cara mais séria e com um risinho na cara...)

Eu tava sentada na mesa, apenas fui mais pro centro da mesa e abri minhas pernas, apoiei minha mão entre minhas pernas, na frente da ppk e olhando pra ele, desci com a outra mão a alça esquerda da minha blusa, mostrando um pouco mais de pele. Ele apenas ria marotamente, fui me empolgando, peguei a garrafa e tomei mais um pouquinho, deixando de proposito cair um pouco pelo meu pescoço...olhando pra ele, passei meus dedos pelos meus lábios e fui descendo até meu peito esquerdo, aquele cuja a alça da blusa eu já havia baixado... fiquei passando os dedos sobre a blusa, la onde fica o mamilo, que inclusive tava durinho e dava pra notar por a blusa ser fininha... Ele engolia seco enquanto me olhava e eu adorava fazer aquilo, sempre fui assim! Amo mexer com a cabeça dos caras...

-E ai...? Tô indo bem? Perguntei com uma voz suave

-Quer que eu diga ou quer que eu mostre? Falou levando a mão pro pau dele.

-Eu tenho uma idéia melhor?

-Qual?

-Ao invés de falar ou mostrar, deixa eu sentir...

meu tio olhou em volta e disse:

-Vem!

Eu, com carinha de safada olhando pra ele, me inclinei e estiquei o braço até seu pau, tava durão mesmo! fiquei apaupando por cima da bermuda por um tempo, até que "sem querer" abri seu ziper... meti a mão por baixo da coeca e pude tocar...noooossaaaa, levei meu rostinho de menina angelical bem pertinho do rosto dele, ele só me olhava ofegante.

comecei a masturba-lo, meio sem jeito porque tava levemente alcoolizada, vez ou outra olhavamos ao redor pra ter certeza que ninguem iria nos flagrar e acabar com a liberdade dele.

\desci da mesa e me ajoelhei na frente dele, sem soltar

o pau dele em nenhum momento, continuei a masturba-lo com a direita e apoiei a esquerda na coxa, ele botou a máo sobre meu ombro, continuava calado, apenas ofegante...

aproximei minha boquinha do pau dele e dei um selinho, senti que ele se arrepiou todo. Abri minha boquinha e cai de boca, chupei o pau do meu tio como uma sobrinha obediente tem que fazer, mesmo sem falar uma palavra, eu sei que ele queria muito isso! Chupava e ele agora segurava meu cabelo, tava uma delicia...depois de um tempo eu parei e levantei beijando e lambendo todo o corpo dele, levantando a blusa dele enquanto ia subindo, quando fiquei de pé, ele foi logo levantando minha blusa e chupando meus peitinhos (eu ja tava sem sutiã) nossa que tesão que me deu nessa hora! Ele ficava forçando a mão na minha pepekinha, dentro do shorts mas sobre a calcinha...eu tava amando aquilo, ele desabotoou meu shorts e começou a descer, era minha vez de pastorar a porta" foi lambendo minha barriga até chegar no shorts, baixou e começou a chupar minha buceta por cima da calcinha, passando a lingua pela virilha e alcançando as beiradas da minha bucetinha, agora era eu que ofegava e tentava não gemer.

ele colocou minha calcinha na altura dos joelhos e passou a me chupar, levantei minha perna esquerda apoiando na cadeira que ele tava sentado minutos antes, era melhor do que com os muleques da escola!

Depois de alguns minutos ele parou e sentou onde eu tava com a perna, segurando minha cintura me puxou e eu sentei em cima dele, de costas pra ele, ele roçava meu corpinho em cima do pau duro dele, era maravilhoso, mas eu não queria perder minha virgindade ainda, então ficamos só sarrando e quando ele tentava me penetrar eu o interrompia com a mão, ele apertava meus peitinhos e dava mordidinhas e chupadas leves no meu pescoço e eu só rebolava naquele cacete duro! ficamos um pouco assim até que ele me deu um empurrãozinho pra que eu me levantasse, ele queria gozar, começou a se masturbar e eu, querendo ajudar, me ajoelhei novamente e voltei a chupar...foi rapido, segundos depois ele gozou e melou minha boca toda. cuspi porque não gostava do gosto de porra na epoca, era uma menininha inocente!

Ele levantou e me deu um beijo na boca, ficamos ali conversando e dando uns amassos até umas 03 da manhã! me despedi e fui dormir.

no dia seguinte não falamos sobre isso, mas ele mandou uma menssagem no meu celular:

"esquece o que aconteceu e não conta pra ninguém! mas se quiser de novo, só ligar que eu te encontro!

beijos e o tio te ama."

https://www.casadoscontos.com.br/texto/201803394

Comentar

CAPTCHA
Esta questão é para evitar SPAM