Doida pra...

Categoria: 

Agora, acordei carente, com vontade de fazer. Sim, bem gostoso. Com um homem daqueles, que sabem como fazer minha buceta contrair, em espasmos deliciosos. Deu desejo, sabe? De ouvir um "cachorra gostosa", no ouvido. Estou sentindo um tesão gostoso, do tipo que me tira do chão. Ouvir "cachorrinha", "puta", "vagabunda", etc... me alucina!

Queria uma noite de putaria, das boas. Ficar de quatro, toda abertinha, recebendo um pau pulsando. Encostar o tórax no colchão, segurando os lençóis com as unhas e gemer, como uma cadela. Chego a sentir as estocadas, e meus seios endurecem, desejando o toque. O aperto de um homem, que sabe como e onde tocar, para me fazer pedir. Sim, pedir. Gemendo, dengosa, implorando para ser lascada.

Hoje eu queria, de quatro, toda arreganhada, com as mãos dele em meus bicos... me puxando ao seu encontro e me fodendo, com vontade. Em cima da mesa da sala. Nesse momento, eu rebolo, como uma profissional, apertando a pica com minhas paredes vaginais. "Mastigo" gostoso e o faço gemer. Peço mais. E mais. E mais.

Gosto de homem carinhoso quando tem que ser, educado, cavalheiro... mas que entenda meus dias de tesão e me coma de quatro, no tapete da sala. Quero mãos atrevidas, por baixo da mesa do restaurante. Quero encoxadas discretas, na festa da família, só para me mostrar que o pau está duro e que mais tarde, vou ser comida. Isso me faz escorrer de tesão, a festa inteira... contando os minutos para chegar em casa. Quero aquele oral gostoso, quando eu estiver concentrada, estressada, levando trabalho pra casa. Quero gozar gemendo, na boca dele!

E deu vontade de chupar. Mamar uma vara dura, gostosa, com a cabeça inchada, implorando minha boca. Não existe coisa mais deliciosa, que a cabeça de um pau, latejando! Minha boca encheu de água. E eu quero. Como quero! Agora. Lamber, sugar e engolir o pau inteiro. Eu gosto, quando coloca inteiro. Me faz engasgar. Gosto de ver uma pica rígida, porque não consigo me controlar. Queria chupar por muito tempo. Mamar um cacete e bater punheta, para mais dois. Que tesão! Adoro ver um cacete. Caio de boca, fico mamando e acariciando as bolas. Massageio a base e bato uma, gostosa, intercalando com chupadas intensas. Gosto de passar a língua, entre o ânus e o saco, assoprando devagar... em seguida. Sei que arrepia e volto a abocanhar o membro. Dessa vez, sem as mãos. Chupo, mamo e entro em êxtase!

Quero a mão, segurando firme os meus cabelos e o olhar tarado, safado, satisfeito em me ter ali, ajoelhadinha... querendo. Gosto quando me pega de jeito e me come, em cima do balcão da cozinha. Quero na varanda, sem medo do vizinho. Quero dentro do carro, no estacionamento do trabalho. Quero dois homens. Quero de quatro, com um pau na boca e outro na buceta. Eu quero. Quero demais! Que delicia. Quero uma pica enterrada no cuzinho e a língua de outro homem, na buceta. Arrepiei. Quero chupar duas cacetas ao mesmo tempo!

Adoro tomar leitinho e queria agora! Engolir, ouvindo os gemidos de prazer. Eu quero cavalgar, oferecendo os seios na boca. Intercalar com reboladas, daquelas que engolem o cacete, por completo. Quero sentir as bolas, batendo na minha coxa, enquanto a vara me lasca inteira! Gosto de dar a buceta. E como gosto! Gosto de me arreganhar e pedir "me fode?". Quero receber uma chuva dourada, na boquinha e deixar escorrer pelos bicos.

Quero gozo nos seios! Ficar toda melada! E deu vontade de pedir... "me amarra?". Na cama, na mesa, no sofá. Me amarra? A buceta escorre e o desejo me faz tocar o dedo "nela". Que vontade de um homem de verdade, me fodendo com força. Quero rola! Quero dar a buceta. Quero dedos, manipulando meu clítoris e "coçando" gostoso. Quero dar o cuzinho! Quero rebolar o rabo, na caceta de um homem, que segure firme no meu quadril e saiba que eu vou dar, tudo o que ele quer. Eu quero...

Sentar com o cu, na caceta bem dura! Descer rebolando, com cara de puta. Isso eu queria. Quicar, subindo, descendo e me rasgando toda. Deixo os meus cabelos compridos, porque gosto quando puxam. Então, de quatro, queria as mãos dando voltas em meus fios e travando, sabe? Para facilitar o movimento. Eu queria uma coleirinha. Sim, de cachorra. E aquele homem de verdade, sem frescura, que me trate como uma princesa... mas que entenda que eu quero tudo isso e muito mais!

Um vibrador. Bem grosso! Desejei agora. Quero um consolo enterrado no cuzinho e uma pica dura, socando em minha buceta! Quero a boca, mamando meus bicos nesse momento. E tá difícil até de digitar. Bucetinha escorre e eu estou enlouquecendo aqui. Um 69! Também queria. Bem encaixado! Quero gozar na boca e receber gozo... na língua. Eu quero! Ficar toda aberta, sentindo um homem mamar meu grelo. Daqueles homens, que sabem enfiar a língua dentro da minha buceta e me fazem gozar, gritando!

Quero um menage. Sim. Quero mamar os seios de uma mulher, bater uma siririca gostosa para ela. Quero a safada, gozando na minha língua! Quero ficar no meio. Beijar a boca dos dois. Quero lamber a buceta e chupar o cacete! Eu quero! Um em cada seio meu. Me chupando e me deixando chupar! Quero me roçar com ela, enquanto ele se prepara para meter, nas nossas bucetinhas! Deu vontade de dividir a pica com ela... lambendo, juntinhas!

Quero um beijo grego! Quero me contorcer, gemendo. Me abrir toda e dar. Dar tudo. Dar para mais de uma pessoa! Quero espanhola nos meus peitos. Afinal, coloquei silicone para isso. Sentir o homem foder meus seios, literalmente. E depois...ahh depois. Sentir o gozo farto em meu rosto, em minha boca e engolir cada gotinha!

Agora estou aqui, doida pra...

...e você?

http://www.casadoscontos.com.br/texto/201704558

Comentar

CAPTCHA
Esta questão é para evitar SPAM